Header Ads

Image and video hosting by TinyPic

News

Santa-cruzense Morre Após Bater Carro Contra árvore Na SP-225 Em Ipaussu

'Duzão' não resistiu aos ferimentos e morreu no local; Polícia investiga as causas do acidente.



Um jovem morreu após um grave acidente na noite desta quarta-feira (01) na Rodovia Engenheiro João Batista Cabral Rennó (SP-225) em Ipaussu. Conforme acompanhou o REPÓRTER NA RUA, socorristas do SAMU e do Corpo de Bombeiros foram acionados para atender uma ocorrência de acidente de trânsito pela Rodovia SP-225, entre Santa Cruz do Rio Pardo e Ipaussu. Por lá os paramédicos encontraram um jovem de 29 anos retido nas ferragens de um veículo GM Celta, bastante ferido e desacordado. Devido à gravidade da situação, o jovem foi rapidamente retirado e colocado na viatura UTI Móvel do SAMU. A equipe coordenada pelo médico Drº Gustavo Xavier realizou por quase 30 minutos vários procedimentos para tentar reanimar o rapaz, mas infelizmente não tiveram êxito e foi confirmado a morte do Santa-cruzense. Segundo testemunhas, o jovem identificado como Carlos Eduardo Martins seguia no sentido Ipaussu à Santa Cruz, quando pelo KM 336, acabou perdendo o controle do veículo, saindo da pista e atingindo uma árvore de grande porte. O impacto foi tão violento, que o carro ficou completamente destruído; o velocímetro do veículo travou marcando 120km/h. Chovia no momento do acidente. O corpo do jovem conhecido em Santa Cruz como 'Duzão', foi recolhido pela empresa Funerária Rainha da Paz, que ficou responsável em conduzir o cadáver ao IML de Ourinhos e posteriormente ao funeral. A Polícia Militar Rodoviária registrou a ocorrência e preservou o local até a chegada da Polícia Cientifica; equipes do DER sinalizaram a rodovia e deram apoio na ocorrência.



Carlos Eduardo Martins, ou o 'Duzão Martins' para os amigos, era morador na Rua José Amorim Ribeiro, na Vila Fabiano, em Santa Cruz do Rio Pardo. O corpo do rapaz de 29 anos será sepultado no final da tarde desta quinta-feira (02) no Cemitério Municipal.

Fotos: Lucas Pereira
 

   Fonte: Repórter na Rua